PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com F1, Band cresce no ibope mas continua em 4º lugar

Hamilton celebra vitória no GP do Bahrein na Fórmula 1 - Reprodução/Twitter
Hamilton celebra vitória no GP do Bahrein na Fórmula 1 Imagem: Reprodução/Twitter
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

29/03/2021 12h42

A estreia da Fórmula 1 na Band elevou consideravelmente o ibope da emissora na Grande São Paulo —a principal praça publicitária da TV brasileira.

No entanto, ainda não foi suficiente para tirar a emissora —tanto no sábado quanto no domingo— de seu tradicional 4º lugar em audiência.

É o que mostram dados consolidados da Kantar Ibope Media no último fim de semana, obtidos pela coluna.

No sábado

No sábado, a cobertura completa dos treinos e classificação para o grid do GP do Bahrein (11h55 às 13h20) deu à Band 2,1 pontos de ibope e 5,1% de "share" (ou seja, 5 em cada 100 TVs ligadas na região sintonizando a corrida na emissora do Morumbi).

Foi bem menos do que a líder Globo (13,0 pontos e 31,5% de share); menos que o segundo colocado SBT (4,8 pontos e 11,6%); e também abaixo da Record (3,3 pontos e 7,9%).

No sábado, a F1 chegou a perder até de "Escola do Amor" (com Cristiane e Renato Cardoso|).

No domingo

No domingo a corrida voltou a dar um bom incremento de audiência para a Band. A competição ao vivo rendeu ótimos 5,2 pontos de média e 11,2% de share.

Ainda assim voltou a ficar atrás da emissora 3ª colocada, a Record (6.0 e 12,9%); da 2ª (SBT, com 6,9 pontos e 14,8%); e da líder Globo (9,2 pontos e 19,7%). Nesse dia a corrida perdeu, por exemplo, para o seriado "Todo Mundo Odeia o Cris" (Record).

O GP do Bahrein foi vencido por Lewis Hamilton (Mercedes), seguido de M. Verstapen (Red Bull) e V. Bottas (Mercedes) em terceiro.

Ainda é cedo para vaticinar se essa tendência de ibope vai se manter, mas, de qualquer forma, o produto F1 já impulsionou o ibope e o faturamento da Band.

O problema é que esse esporte já estava com queda de público desde seus tempos de Globo. Caberá à Band tentar criar formas de atrair de volta esse público desinteressado.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Entretenimento