PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Mateus Carrieri debocha de mágoas de Jakelyne Oliveira: 'Coisas fúteis'

A Fazenda 2020: Mateus Carrieri e Jaelyne Oliveira discutem por atitudes dentro do reality - Reprodução/Playplus
A Fazenda 2020: Mateus Carrieri e Jaelyne Oliveira discutem por atitudes dentro do reality Imagem: Reprodução/Playplus
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/11/2020 02h59

Jakelyne Oliveira e Mateus Carrieri estão em de pé de guerra em "A Fazenda 2020". A modelo decidiu puxar o ator para a baia, que se irritou e a criticou por saber da sua ira com a decida para o ambiente. Assim, ambos discutiram asperamente e reclamaram das ações do outro que causaram incomodo dentro do confinamento da RecordTV.

Durante o programa de ontem, foi exibido Jake indo a procura de Mateus para se explicar da opção de tê-lo puxado para a baia. A peoa revelou que se sentiu excluída em brincadeira do programa "Hora do Faro".

Sabe a frase que você usou para fazer as pazes com a Teté? Isso me machucou no dia".

"Ah, Jake. Você tá querendo arrumar uma desculpa", rebateu Mateus. "Não só foi isso, não. Na hora que você quiser conversar, a gente conversa. Se você não quiser me ouvir, também respeito seu espaço", respondeu Jake.

O ator, então, avisou que não queria ouvir a modelo por achar as pontuações sem sentido uma vez que entende que não a atacou dentro do confinamento.

Não sei se quero te ouvir, Jake. Hoje, não quero te ouvir. Fui bem claro: 'me arrependi de levar ela (Stéfani) para a roça e não era com você'. Achei que você era parceria".

"Entenda, não foi por dinheiro. Foi a frase utilizada", pontuou Jake. "Sim, a frase é que eu quis fazer as pazes com ela porque tava arrependido de votar nela", retrucou Mateus. "Isso me magoou", criticou Jake.

Os peões passaram, então, a trocar acusações de ações que geraram irritação no outro dentro de "A Fazenda 12". Jakelyne pontuou que Mateus foi machista por cornetá-la sobre decisão de vetar Biel na prova de fogo da última semana. Mateus, por sua vez, mostrou a sua ira pela peoa ter votado nele quando estava com medo da roça e o puxado para a baia.

Mateus Carrieri: Por que? Não foi nada contra você. Na minha cabeça, a gente era parceiro. Então, não é nada pra magoar você. O que é eu querer fazer as pazes com a Teté te magoa? Te magoa eu querer fazer as pazes com a Teté? Então, eu tô louco.

Jakelyne Oliveira: Me magoou você me excluir!

Mateus Carrieri: Se você quiser, me fala as coisas na hora porque carregar uma lista de coisas.

Jakelyne Oliveira: Não é uma lista. Foram duas coisas especificas que aconteceram.

Mateus Carrieri: Aconteceram que você não gostou que eu fiz e por que você não me falou na hora?

Jakelyne Oliveira: Foi o meu erro.

Mateus Carrieri: Você sabe que eu prefiro ir para a roça do que ir para a baia. Então, você achou que esses motivos são tão fortes? Não me venha na festa me abraçar e falar coisas legais

Jakelyne Oliveira: Mas eu faço isso com todo mundo aqui. Eu gosto de todos que estão aqui.

Mateus Carrieri: Ah, Jake, por favor. Então, eu sou parceiro do Mariano, do Biel, da Jojo. São pessoas que nas atitudes demonstraram um carinho. Falar 'ble ble ble' e na hora de ter uma atitude, faz uma outra coisa comigo não é meu parceiro.

Jakelyne Oliveira: Por isso eu queria conversar com você agora.

Mateus Carrieri: Então, fala. Qual é a atitude? Eu não preciso pedir discurso. Eu tô sendo mais sincero.

Jakelyne Oliveira: Eu entendo, mas assim egoísmo só eu sei e a Tays sabe o que eu senti quando você usou a palavra 'fazer as pazes'. Automaticamente, você me excluiu.

Mateus Carrieri: Não tem nada a ver com você eu querer fazer as pazes com a Teté.

Jakelyne Oliveira: Sabe por que eu tô em paz? Porque quando finalizou o jogo eu virei para a Teté e falei assim: 'tô muito feliz que você ganhou dinheiro'.

Mateus Carrieri: Isso é da boca pra fora. Eu pensei nisso e é o que eu senti.

Jakelyne Oliveira: Se você acha que eu sou egoísta e falo da boca pra fora, tudo bem. Se você quiser me ouvir depois, eu vou conversar com você. Se não quiser, quando sair vê o que pensei e falei.

Mateus Carrieri: Você pode pensar e falar, mas se não age dessa maneira não adianta. Você me pega na primeira oportunidade e me leva para a baia.

Jakelyne Oliveira: Hoje, eu poderia dizer que você não merece isso aqui, mas, não, você merece. Dentre as pessoas que eu poderia votar, eu escolhi a pessoa (Raissa) que não está na minha lista de prioridade. Você acha que isso é egoísmo, tá tudo certo. Respeito seu ponto de vista.

Mateus Carrieri: E o que eu fiz que você não gostou?

Jakelyne Oliveira: Quando você quiser, eu te falo!

Mateus Carrieri: Fala agora. Ué, tá falando. Tem algum problema?

Jakelyne Oliveira: Na semana passada, eu tinha que escolher alguém (para a prova de fogo), o Mariano tinha escolhido o Biel e eu escolhi a Raissa. Na hora que eu sentei, me equivoquei e falei 'acho que escolhi a pessoa errada'. Você riu e falou 'não precisava ter pensado, era só fazer o que o Mariano queria'. Esse comentário me soou machista.

Mateus Carrieri: Que machista. Você percebeu que o Mariano queria ir com outra pessoa.

Jakelyne Oliveira: O seu comentário foi 'você não precisava ter pensado'. Isso me magoou.

Mateus Carrieri: Não tem nada haver com machismo. Tem nada haver. Não me queira colocar esse negócio de machismo para cima de mim. Você vai cair no mesmo erro.

Jakelyne Oliveira: Outra coisa que me incomodou: hoje na piscina você falou 'para de fugir da vaca da ordenha'.

Mateus Carrieri: Ah, Jakelyne. Você tá arrumando alguma coisa pra justificar. Um monte de gente me falou que eu fugi da vaca da ordenha. Três coisas que você me falou são muito irrelevante: eu querer fazer as pazes com a Teté não é uma ofensa a você, eu falar numa brincadeira para fugir da vaca da ordenha, é uma grande ofensa? pelo amor de Deus, é uma brincadeira.

Jakelyne Oliveira: Me magoou!

Mateus Carrieri: Por que? Ok, você se chateie com o que quiser. A opção é tua.

Jakelyne Oliveira: Tá bom. Assim como é sua.

Mateus Carrieri: A minha é você ter votado em mim quando o negócio apertou pra você e me levado pra baia. Isso são coisas piores. Desculpa Jake, já ouvi seus motivos e são fúteis.

Jakelyne Oliveira: Se pra você é irrelevante, tudo certo, mas me magoaram.

Mateus Carrieri: Se são esses motivos, até me tranquiliza.

Jakelyne Oliveira: O meu erro foi não ter conversado na hora que aconteceu. Outra coisa que me incomoda é essa sua revolta com a baia.

Mateus Carrieri: Não é revolta. Eu não gosto e é meu direito. Eu falei alguma coisa com você? Eu reclamei ou dei chilique?

Jakelyne Oliveira: Não.

Mateus Carrieri: Obrigado por me dar esse direito. Obrigado por me falar os motivos porque são fúteis. Vota em mim na próxima e tá tudo certo.

Por fim, o ator saiu andando e deixou a modelo ainda lamentando não tê-lo procurado antes para expor suas mágoas dentro do confinamento.

A Fazenda 2020: Após saída de MC Mirella, quem merece vencer o reality?

Enquete encerrada

Total de 28574 votos
29,23%
Reprodução/Playplus
23,19%
Reprodução/Playplus
13,99%
Reprodução/Playplus
9,25%
Reprodução/RecordTV
7,22%
Reprodução/Playplus
7,01%
Reprodução/RecordTV
2,90%
Reprodução/RecordTV
2,66%
Reprodução/Playplus
2,50%
Reprodução/RecordTV
2,05%
Reprodução/Playplus
Total de 28574 votos

Valide seu voto

Entretenimento