PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

19 motivos para assistir ao anime 'One Piece' que é hit na Netflix

One Piece - Divulgação/Toei Animation
One Piece Imagem: Divulgação/Toei Animation
Pedro Antunes

Pedro Antunes, ou "Pô Antunes" pra quem só me conhece pelo Instagram, é jornalista, apresentador, curador e crítico de música e cultura pop desde 2010. Escreveu no Jornal da Tarde, Estadão e foi editor-chefe da Rolling Stone Brasil. Fez mais entrevistas do se lembra, tem um "novo disco favorito" por semana e faz mini-análises de álbuns no programa Tem um Gato na Minha Vitrola, no perfil @poantunes.

do UOL

Colunista do UOL

21/10/2020 15h30

Quer um resumo?

  • 'One Piece' é um anime que tem mais de 20 anos de existência
  • Desde que chegou na Netflix, em outubro, o anime não saiu do top 10 no Brasil
  • Anime conta a história de Luffy, um pirata que quer se tornar o Rei dos Piratas
  • Neste universo fantasioso e colorido, Luffy reúne uma turma de guerreiros para conquistar o mundo
  • Humor, drama, vilões poderosos: 'One Piece' tem de tudo
  • Vem ver 19 motivos para assistir ao anime?

Desde que estreou na Netflix em outubro, o anime "One Piece" não saiu da lista de top 10 produções mais assistidas no Brasil. E faz sentido. A animação, uma adaptação do mangá de Eiichiro Oda publicado pela Shounen Jump desde 1997, é um dos animes fundamentais, ao lado de títulos como "Naruto" e "Bleach".

Mas, prepare-se: "One Piece" é longo, viu? Afinal, o mangá é lançado há 23 anos e o anime está no ar desde 1999. Ambos seguem com novas histórias até hoje.

Se você aceitaria uma série com 900 episódios pela frente, mas ainda tem dúvidas sobre começar ou não à maratonar "One Piece", cá estou.

Vou elencar aqui 19 motivos para assistir ao anime "One Piece" se se juntar à turma dos Chapéus de Palha (como é chamada a galera que se une ao protagonista da animação conhecido por usar um chapéu de palha, obviamente).

1) Prêmios, prêmios e mais prêmios

Pra começar a assistir "One Piece" é importante saber que a série e o mangá são ultra premiados mundo afora. O mangá está até no Guinness, o livro dos recordes, como a série de HQ com mais unidades vendidas da história: foram quase 321 milhões de cópias impressas no mundo todo até dezembro de 2014.

2) É um anime shounen

O que é "shounen"? Basicamente, é um dos estilos de narrativa de mangá. Nesse caso, é uma história com muita ação, cenas de lutas, aquele bom e velho fan-service e tudo mais. É um dos gêneros mais populares de mangás e animes e você já deve ter cruzado com algum desses, mesmo se tiver mais de 30 anos, tipo "Yu-Yu Hakusho" e "Cavaleiros do Zodíaco".

Se você, mesmo mais velho, tiver curtido esse formato de narrativa, "One Piece" é ótimo!

3) Nem tudo é ação desenfreada

O grande lance da narrativa extensa de "One Piece" é a possibilidade de não focar o tempo todo em uma ação desenfreada e lutas estrambólicas. Como vou citar mais para frente, o anime tem temáticas muito mais profundas e que fogem da troca de pancadaria barata.

Então, fique tranquilo, caro leitor profundo que busca desenvolvimento de personagens e nuances interessantes."One Piece" é pra você também.

4) Luffy, o protagonista

Um carismático sujeito chamado Monkey D. Luffy, ou somente Luffy, é o protagonista do anime/mangá. Ele tem uma fama de desordeiro, vem de uma família de piratas famosos e tem o sonho de se tornar o Rei dos Piratas, encontrando um tesouro deixado pelo então Rei dos Piratas.

Falo mais dele em outros tópicos, tá?

5) Inspirado, mais ou menos, na vida real

Uma das coisas mais interessantes da narrativa de "One Piece" é o fato de trazer o universo dos piratas de volta para a cultura pop sem precisar soar clichê como aquela franquia liderada pelo Johnny Depp.

O anime, obviamente, não é baseado em histórias reais, mas ele se inspira na Era de Ouro da Pirataria, algo que rolou por volta de meados do século XVII e início do séc. XVIII.

Esse momento histórico coincide com o final da Era dos Descobrimentos e das Grandes Navegações (se você se lembra das aulas de história do colégio, sabe do que estou falando aqui).

6) O delirante Mar Azul

O mundo de "One Piece" se chama Mar Azul e ele, praticamente, é um planeta quase só de oceanos, algumas faixas de terra e muitas ilhas. Ao todo, são 170 países, mas todos governados por uma organização política de nome criativo: Governo Mundial.

7) Não há marasmo

(Sacou o trocadilho? "One Piece" é um anime sobre piratas e tal e escrevi "marasmo")

Piadas ruins à parte, a história do anime é dinâmica e oferece diferentes cenários com frequência. Cada ilha nova apresenta uma porção de personagens diferentes e peculiares, além de cenários coloridos, paradisíacos, hostis e distintos. Nada fica parado por muito tempo em "One Piece". E isso é ótimo.

8) As histórias de cada personagem

O grupo de protagonistas que acompanha Luffy, chamados de Chapéus de Palha, apresentam histórias tocantes e algumas trágicas. Isso acrescenta muito à toda a narrativa de "One Piece". Mais personagens interessantes em uma trama longa evita que ela se torne repetitiva. Gente como Nami e Brook, com origens bem dramáticas, acrescentam demais ao anime.

9) Por falar nisso, que elenco!

A trupe dos Chapéus de Palha é realmente uma reunião interessante de personagens. Você pode até não gostar do Luffy, mas encontrará gente como Tony Tony Chopper, o Sanji ou Roronoa Zoro. Cada um soma à narrativa geral.

10) Homem-elástico?

O poder especial Luffy é bastante interessante e gráfico. O capitão dos Piratas do Chapéu de Palha tem uma força física invejável e um corpo elástico como uma borracha. Com isso, ele consegue se esticar todo, atacar mesmo à distância.

11) Pancadarias homéricas e muito sangue

Há quem imagine, ao ver o tópico acima com os poderes de Luffy, que o protagonista não sangra, mas a verdade é o oposto disso. O borrachudo ali apanha, sangra e a coisa fica bem feia pro lado dele.

Aliás, todas as batalhas de "One Piece" são bastante brutais. Não se deixe enganar pelo visual gráfico que parece infantil do anime. O bicho pega ali.

12) Luffy, o engraçadinho

É claro, Luffy é a principal estrela de "One Piece" e você precisará se acostumar com esse herói que é bem diferente de alguns protagonistas mais sérios e carrancudos de outros animes. Ele está sempre disposto fazer a gente rir de algo. Isso é um alívio cômico excelente.

13) O fim das mortes desnecessárias

Pô, isso é um alívio para quem consumiu "Naruto" e outros tantos animes que mataram personagens queridos apenas para criar uma válvula de escape de emoção na narrativa, mas sem que fosse algo além disso.

Em "One Piece" nada disso acontece. A morte de um personagem querido vai doer em você, mas também nos personagens e isso vai criar um espaço para que eles amadureçam e se transformem, realmente.

14) Morreu? Morreu e pronto

"One Piece" também evita uma muleta usada em animes como Dragon Ball Z ou nas HQs de super-heróis da Marvel e DC Comics: das mortes passageiras.

Fulaninho morria, todo mundo sofria e, de repente, o mesmo fulaninho estava de volta à vida. Nananinanão. Em "One Piece", o negócio é sério, é "morte morrida", saca?

15) Uma luta melhor do que a outra

Escrevi lá em cima que "One Piece" é um shounen, mas que também fugia dos arquétipos do gênero. E foge, mesmo, mas isso não quer dizer que não tenha lutinhas. As batalhas do anime são sensacionais porque cada inimigo possui um poder diferente. Tudo se torna imprevisível e criativo.

16) Que trilha sonora!

Ponto importantíssimo do sucesso de "One Piece" é a trilha sonora do anime. Por estar no ar há tanto tempo, o anime já mostrou muita coisa boa na abertura e no encerramento dos episódios. Saca esse som aqui ó:

17) As Frutas do Diabo

Parte fundamental da mitologia de "One Piece" são as Frutas do Diabo. Elas são frutas místicas que dão habilidades poderosas a quem as usa. Claro, algumas delas dão habilidades melhores do que outras, mas são uma maneira interessante em apresentar uma variedade gigantesca de poderes e transformações dos personagens. O que é um delírio para os olhos de quem assiste.

18) Vilões terríveis, mas você vai gostar deles

Não existe um bom anime shounen sem um bom vilão. Bom, isso "One Piece" tem aos montes. Esses personagens são realmente terríveis, mas também são completamente incríveis. Alguns são bastante poderosos e têm poderes surpreendentes. Com tantas ilhas, países e navios, a oferta vilanesca em "One Piece" é farta.

19) Está disponível no Brasil

Bom, se você já assina a Netflix, a boa nova é que "One Piece" está disponível na plataforma de streaming com 61 episódios. Não é muito, mas já dá para você ter uma noção boa do que é a série. Um detalhe importante é que na Netflix o anime tem dublagem em português, para quem curte.

Outra opção para assistir à "One Piece" no Brasil, e daí podendo assistir à série completinha e ficar a par dos episódios mais recentes, é pela plataforma Crunchyroll, especializada em animes e mangás. Eles trabalham com um serviço de assinatura, tipo Netflix, Amazon Prime Video e tal.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Entretenimento