PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Fernanda Abreu fala de legalização da maconha e sexo após menopausa: 'Tabu'

A cantora Fernanda Abreu - Manuela Scarpa e Marcos Ribas/Brazil News
A cantora Fernanda Abreu Imagem: Manuela Scarpa e Marcos Ribas/Brazil News
do UOL

Do UOL, em São Paulo

18/10/2020 12h16

Fernanda Abreu comemora 60 anos em 2021 e falou sobre a passagem do tempo em uma entrevista para a revista "Ela", do jornal "O Globo". A cantora também defendeu a legalização da maconha.

"O sexo depois da menopausa é um tabu. Mas, para mim, foi um alívio não menstruar todo mês", disse.

Neste ano, Fernanda completou três décadas de carreira e lembrou um momento marcante de sua trajetória.

"Estávamos saindo da ditadura, éramos jovens e tínhamos um desejo enorme de criatividade. Conseguimos isso por meio da música, do teatro, do cinema, da poesia e das artes gráficas", lembrou.

Ela disse que o uso de drogas era muito comum naquele contexto e citou a cocaína, embora ela nunca tenha experimentado. A cantora ainda falou que conversa com as filhas sobre o tema.

"Digo que é muito perigoso. Se as drogas têm domínio sobre você, acabou a sua vida. Mas também acho que é uma questão de saúde pública e sou a favor da liberação da maconha, do mesmo jeito que defendo uma restrição na publicidade de álcool na TV."

Entretenimento