PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Após cânceres, Ana Maria cita "medo" e "sensação de não saber o amanhã"

Ana Maria Braga no Roda Viva - Reprodução/TV Cultura
Ana Maria Braga no Roda Viva Imagem: Reprodução/TV Cultura
do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/09/2020 22h42

A apresentadora Ana Maria Braga, de 71 anos, citou "medo" e a "sensação de não saber o amanhã" ao enfrentar quatro cânceres ao longo de sua vida, durante entrevista ao "Roda Viva", da TV Cultura.

No início do ano, a apresentadora do "Mais Você", da Globo, revelou que havia sido diagnosticada com câncer de pulmão, já combatido anteriormente. Em abril, Ana Maria anunciou que estava curada.

"Cada susto, cada vez. Quando você acha que já se curou definitivamente e que o câncer não vai mais aparecer, ele volta em outra área e de outra forma. Mas é o mesmo susto, a mesma sensação de que você não sabe o amanhã. A sensação é sempre de 'nossa, vai acontecer um desastre'. É um baque danado [a cada descoberta] e aí você se refaz desse susto e pena um pouco", disse ela.

"Eu adoro viver. Me disseram lá atrás, 'olha, você tem que ter na cabeça que está entrando numa guerra'. E, como toda guerra, tem soldado bom e soldado ruim, soldado que morre e que sobrevive. Você tem que imaginar que estou te dando as armas para lutar. Se fizer um bom uso dessas armas você pode vencer a guerra, que nós estamos entrando juntos", completou.

Questionada sobre o seu vício com cigarro, Ana Maria Braga admitiu que trava uma guerra diária e que essa batalha ainda não foi vencida.

"Como aquelas pessoas que dependem de uma droga, seja procurando ajuda no [grupo] Alcoólicos Anônimos, ou seja, você se internando numa clínica, a gente não pode dizer 'nunca'. Eu falo hoje 'eu não fumo, hoje estou sem fumar'. Tem dias que venço essa guerra, tem dias que não venço, e não tenho vergonha nenhuma de dizer isso", afirmou.

"Apesar de guerrear bem, eu sou e continuo dependente do fumo, todo dia de manhã eu levanto falando, 'não vou fumar', mas ainda não consegui chegar e olhar no seu olho e dizer com verdade, 'olha, faz 4 meses que não fumo', faz... Não posso falar isso porque seria uma mentira", admitiu ela.

Aposentadoria?

Durante a entrevista, Ana Maria Braga negou desejo de se aposentar da televisão e garantiu que isso só ocorrerá quando as pessoas falarem que ela está 'gagá'.

"Não consigo me imaginar nessa posição [de parar e ter outra rotina]. de jeito nenhum. Eu adoro o que faço. Então é um prazer tão grande, porque vou me furtar desse prazer que tenho?! A não ser que alguém chegue e diga 'chega, não tem mais espaço para você, está gagá'", disse ela, rindo.

"Enquanto for bom, for gostoso para mim, as pessoas gostarem de ver as bobagens que falo, as coisas que faço com maior prazer, vou continuar lá porque não ser o que fazer fora disso", concluiu.

Briga com bispo e saída da Record

Mais de duas décadas depois, a apresentadora contou detalhes de briga com o bispo Honorilton Gonçalves, ex-vice-presidente artístico da Record, e que culminou com a sua saída definitiva da emissora, em 1999.

"Eu tive uma briga com o bispo Gonçalves por conta de um pagamento. Ficamos chateados um com outro. Era sexta-feira à tarde. Ele me olhou e disse 'você não precisa voltar mais'. Eu falei, não quer que eu faço semana que vem? Ele falou, 'não'! Aí não voltei mais", relembrou.

Rio ou São Paulo?

Segundo informações do "Notícias da TV", parceiro do UOL, Ana Maria foi obrigada no início de setembro a tirar do ar a notícia que publicou em seu próprio site e deletou um comentário no Twitter em que dizia que ela voltaria a apresentar o programa direto dos estúdios da Globo em São Paulo, onde ela mora.

Apesar da resistência da emissora, Ana Maria Braga confirmou que passará a apresentar o "Mais Você" da capital paulista.

"Algumas [pessoas de sua equipe] se dispõem a vir para São Paulo, outras podem continuar prestando serviços no Rio. E, assim, a gente tenta se acertar com cada uma delas. Eu fico muito preocupada com todas as pessoas que estão rodeando a gente nesses dez anos e estamos tentando resolver caso a caso".

Participaram da entrevista, no Roda Viva, o colunista Fernando Oliveira, o Fefito, do UOL, a jornalista Janaína Nunes, da TV Record, Ana Lucia Ribeiro, da TV Democracia, Renata Simões, da TV Cultura, e o colunista Paulo Sampaio, do UOL.

Entretenimento