PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Stycer: 'Reprisar Apocalipse na Record é de um sadismo assustador'

Juliana Knust em cena de "Apocalipse" - Munir Chatack/ Record TV
Juliana Knust em cena de 'Apocalipse' Imagem: Munir Chatack/ Record TV
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/08/2020 04h00

Quais foram as piores reprises desta pandemia? A pergunta feita por um ouvinte é um dos assuntos debatidos no podcast UOL Vê TV #39. Os participantes Mauricio Stycer, Chico Barney e Cristina Padiglione, convidada especial desta edição, apontam os maiores erros cometidos pelas emissoras durante o isolamento social (disponível no vídeo abaixo a partir de 16:35).

"Uma péssima escolha foi reprisar 'Apocalipse' na Record. Essa ideia foi de um sadismo...", diz Stycer. "Assustador!", complementa Barney.

"Não consigo entender o programa do Márcio Garcia", observa Barney. "Ele é um bom apresentador, mas aquele formato, meu deus do céu, deve ter voltado porque estava prevista uma nova temporada. O que era ruim da primeira vez ficou pior na segunda."

Para Cristina, a reprise da novela "Fina Estampa" é ruim porque "é muito mastigada". "Os diálogos, a direção, o close em quem fala... [A novela] é excessivamente didática. Teria preferido, por exemplo, 'Império', do próprio Aguinaldo [Silva]. Não entendo 'Fina Estampa' estar nesse horário."

Para a jornalista, "todo mundo tem um pouco de memória afetiva, por isso que o Viva! faz tanto sucesso". "Mesmo quando o produto é ruim acaba atraindo audiência. Podiam reprisar 'Vale Tudo' na faixa nobre —tem ritmo, é sensacional, já estava garantido."

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV no Spotify, no Apple Podcasts ou em outros aplicativos de podcasts. No Youtube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo.

Entretenimento