PUBLICIDADE
Topo

Pai de Britney Spears fala sobre #FreeBritney: 'Teoria da conspiração'

Campanha que pede o fim do regime de tutela da cantora já tem mais de 100 mil assinaturas - Reprodução/Instagram
Campanha que pede o fim do regime de tutela da cantora já tem mais de 100 mil assinaturas Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

01/08/2020 18h11

Jamie Spears, pai de Britney Spears, falou sobre o movimento #FreeBritney em entrevista publicada hoje no site PageSix.

Ele chamou a campanha, que pede o fim do regime de tutela da cantora, de "teoria da conspiração". Há doze anos, Britney está sob a tutela de seus advogados, seu pai e, mais recentemente, uma cuidadora.

Os criadores da petição online, que já tem mais de 103 mil assinaturas, alegam que Britney está sendo manipulada para que outras pessoas tenham acesso a sua fortuna:

"O pai dela não permite que ela dirija, todas as suas mensagens e ligações são monitoradas, ela não pode votar, receber amigos ou gastar dinheiro sem permissão. E se ela quebra uma 'regra', ameaçam tirar seus filhos", diz o abaixo-assinado criado em 2019.

De acordo com o site, Jamie afirmou que "o mundo não faz ideia" do que se passa no caso. Com raiva, ele se disse incomodado com a "agressividade" da campanha.

Então, se emocionou: "Eu amo a minha filha. Amo todos os meus filhos. Mas isso é coisa nossa. É particular."

Desde o início da campanha, Britney não se pronunciou sobre a campanha. A cantora usa o Instagram para se comunicar com os fãs:

"Eu sei que algumas pessoas não gostam dos meus posts ou não os entendem, mas isso sou eu sendo feliz... Isso sou eu sendo tão autêntica e real quanto dá para ser! Quero inspirar as pessoas a fazerem o mesmo e serem elas mesmas sem agradar os outros... Essa é a chave para a felicidade", postou em julho.

Entretenimento