PUBLICIDADE
Topo

CNN confirma saída de Gabriela Prioli de quadro, mas negocia permanência

Tomé Abduch interrompeu Gabriela Prioli diversas vezes durante o programa "Grande Debate", da CNN - Reprodução/Twitter
Tomé Abduch interrompeu Gabriela Prioli diversas vezes durante o programa 'Grande Debate', da CNN Imagem: Reprodução/Twitter
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

29/03/2020 12h55Atualizada em 29/03/2020 19h08

A advogada e comentarista Gabriela Prioli anunciou neste domingo nas redes sociais que está deixando a CNN Brasil.

O pedido de demissão ocorreu apenas duas semanas após ela estrear como integrante do quadro "O Grande Debate", da emissora.

A postagem surpreendeu até a direção da casa.

Não saiu

Por meio de sua assessoria, a CNN confirmou apenas sua saída e mudanças gerais no quadro (veja íntegra da nota no final do texto).

No entanto ainda negocia com ela sua permanência na casa. Uma decisão só deve ser tomada entre as partes esta semana.

Não só Gabriela saiu do quadro, mas também Tomé Abduch, seu antagonista, o deixará.

"A CNN Brasil informa que a advogada e comentarista Gabriela Prioli deixará o quadro "O Grande Debate", exibido diariamente dentro do programa "Novo Dia", após duas semanas de participações na emissora. A decisão foi tomada a pedido da comentarista.

A nova dupla de debatedores será formada pela advogada Gisele Soares e o advogado Thiago Anastácio, de linhas ideológicas antagônicas.

Os novos debatedores estarão no ar diariamente já a partir de amanhã, segunda-feira (30)".

"Rinha"

A advogada deu a entender, pelo conteúdo de seus posts, e sem citar nomes, que estaria farta de ser interrompida e impedida de desenvolver seus argumentos durante o quadro —tanto por seus antagonistas como pelo próprio mediador, Reinaldo Gottino.

Procurada, ela ainda não se manifestou. Se e quando o fizer, sua posição também será incluída neste texto.

Além do descontentamento, segundo a coluna apurou com exclusividade a debatedora chegou a sofrer ameaças de morte em mensagens em suas redes sociais desde que estreou. Pelas mensagens enviadas em suas redes fica óbvio que ela tem desagradado à chamada "direita".

A amigos ela confidenciou que o quadro também havia se tornado uma espécie de "rinha" de galos, e que isso ia contra todas as suas "convicções".

O Grande Debate

"O Grande Debate" é um quadro "importado" da CNN norte-americana e seu objetivo é provocar uma discussão saudável entre dois debatedores —um de esquerda e outro de direita.

Gottino estava neste domingo ao topo dos assuntos mais comentados do twitter por causa do programa da última sexta.

"Não dá para discutir os assuntos com achismo", ponderava Gabriela ao "rival" Tomé Abduch, enquanto debatiam sobre a autorização da Justiça para a prisão domiciliar do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Durante a discussão, Gottino interferiu:

"O Tomé Abduch falou sobre a lei, que ele não concorda com a lei, que a juíza cumpriu a lei. Mas ele não concorda com a lei em vigência. O que você pensa sobre a lei? (...) Você acha que essa lei é a correta? Tem que mudar? O que você pensa sobre, como, por exemplo, a lei de execução penal?", questionou Gottino.

"Eu não dou opinião pessoal sobre a lei e aqui a gente não está falando sobre lei de execução penal (...). A gente está falando de uma prisão cautelar. Então, não se trata de execução penal, é uma prisão preventiva", explicou.

Gottino seguiu argumentando que ela estaria emitindo opiniões, enquanto Gabriela tentava discordar afirmando tratar apenas de questões técnicas jurídicas.

Bastidores, antes e depois

A coluna apurou que Gabriela já estava aborrecida desde a estreia na semana passada, devido não só à falta de estofo e base de seus antagonistas (antes de Abduch o debatedor original era Caio Coppola. ex-Jovem Pan, que se afastou dois dias após a estreia).

Ela estava insatisfeita também porque a emissora a contratou dizendo que o quadro "O Grande Debate" seria vespertino.

No entanto, ele foi mudado para as manhãs, o que a desagradou.

Isso porque seu marido, Thiago Mansur, é músico, trabalha à noite e ela gosta de acompanhá-lo. Trabalhar nas manhãs a atrapalharia.

Bom lembrar que, por ora, isso ainda não ocorreu já que, devido à pandemia de coronavírus, não há praticamente eventos musicais no país.

Isso sem falar, claro, nas ameaças de morte que vem sofrendo desde que se tornou um rosto conhecido.

Embora não se conhecessem até a CNN, Gabriela e Gottino se tornaram amigos.

Ela e o marido, bem como Gottino e a mulher, Simone, chegaram a sair para jantar juntos nos últimos dias.

Na sexta (27), após o polêmico programa, ela e Gottino ainda conversaram nos bastidores sobre o episódio. Depois se despediram amistosamente.

Na nota oficial divulgada neste domingo, Gottino se desculpou com ela (veja abaixo)

"Nessas últimas duas semanas o nosso grupo cresceu e isso me traz profunda satisfação. O meu maior prazer é essa troca que tenho com vocês. Fica aqui então o meu muito obrigada", postou a ex-CNN neste domingo.

Nota oficial da CNN

Por meio de sua assessoria, a CNN Brasil confirmou a saída da advogada e anunciou já os novos nomes do quadrio "O Grande Debate". Leia a íntegra:

"A CNN Brasil informa que a advogada e comentarista Gabriela Prioli deixará o quadro "O Grande Debate", exibido diariamente dentro do programa "Novo Dia", após duas semanas de participações na emissora.

A decisão foi tomada a pedido da comentarista. A nova dupla de debatedores será formada pela advogada Gisele Soares e o advogado Thiago Anastácio, de linhas ideológicas antagônicas. Os novos debatedores estarão no ar diariamente já a partir de amanhã, segunda-feira
(30).

"O Grande Debate" é inspirado em um modelo de sucesso da CNN americana e opõe pessoas qualificadas, de pensamentos ideológicos
distintos, para discutir os temas mais importantes do noticiário. É um dos espaços mais democráticos da televisão, que pretende estimular o debate em alto nível no Brasil e vem alcançando grande sucesso entre o público.

Gisele, além de professora universitária, é doutoranda em Direito Comparado da Universidade Paris-Sorbonne, na França e membro da
Comissão Permanente de Estudos de Direitos Humanos do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

Anastácio é advogado criminalista, membro do Instituto de Defesa do Direito de Defesa e conselheiro da Comissão de Defesa do Estado
Democrático de Direito da OAB-RJ. Prioli manifestou publicamente sua intenção de deixar a participação nos debates nas redes sociais neste domingo. Ela fez referências ao quadro da última sexta-feira, em que houve uma discussão acalorada entre ela e o mediador, o jornalista Reinaldo Gottino.

No episódio, Gottino, um profissional com larga história na TV, excedeu a postura de mediador. "Me excedi ao interromper. O meu papel ali é conduzir o debate para que os dois lados tenham espaço para expor suas ideias. Minha postura excedeu a de mediador. Peço desculpas a Gabriela por isso. Esse pedido de desculpas, enviado a ela no início da manhã de domingo, se estende também à emissora e ao público", diz Gottino.

Imediatamente após o episódio, todos os profissionais envolvidos no programa conversaram na redação e o assunto foi considerado superado.

Prioli registrou um grande e merecido aumento de seguidores em suas redes sociais nas últimas semanas. Neste curto período em que esteve no quadro "O Grande Debate" mostrou diversas qualidades como debatedora.

A CNN Brasil e Gabriela Prioli decidirão o seu futuro na emissora nos próximos dias. O modelo de debates democráticos tem sido destaque na CNN Brasil e terá cada vez mais espaços em nossa grade.

Nas próximas semanas, o quadro "O Grande Debate" ganhará outras duas edições diárias, contando com as participações de Tomé Abduch, que nos últimos dias dividiu a bancada com Prioli, além da volta de Caio Copolla e a chegada de mais dois novos debatedores de linhas ideológicas opostas a Abduch e Copolla."

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops

Entretenimento