PUBLICIDADE
Topo

Roteirista do Porta dos Fundos cria projeto para ajudar grupo de risco

Pedro Esteves, criador do projeto Isolados Unidos - Reprodução/Instagram
Pedro Esteves, criador do projeto Isolados Unidos Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 19h23

Diante das dificuldades que a população tem enfrentado com a pandemia de coronavírus, algumas pessoas pelo mundo têm se solidarizado com quem está no grupo de risco e criado maneiras de colaborar. Um desses exemplos é o perfil recém-criado no Instagram Isolados Unidos, iniciativa do roteirista do Porta dos Fundos Pedro Esteves.

Nesta semana, ele criou a conta na rede social com o intuito de gerar uma rede de solidariedade pelo Brasil e ajudar pessoas que precisam fazer compras no mercado ou farmácia, por exemplo.

"Eu vi que as pessoas começaram a colocar bilhetes nos elevadores dos prédios oferecendo de ir à rua comprar coisas para idosos e pessoas no grupo de risco. Aí pensei em todas as pessoas que podiam precisar disso, mas não tem a quem pedir. Pensei em usar o Instagram pra fazer uma corrente que leve ajuda a essas pessoas", contou Pedro ao UOL.

Para participar, é necessário preencher uma ficha, disponível no perfil, com informações sobre sua localidade. As necessidades de cada pessoa serão compartilhadas até encontrar alguém por perto que possa auxiliar.

"Claro que muitos casos desses são de idosos que não usam Instagram, mas se seu pai, tio, avô precisa de uma ajuda e você não pode ir até eles, você pode usar o Isolados Unidos pra achar alguém que possa ajudá-los", esclareceu.

O escritor ainda ressaltou que a ideia não se restringe apenas a compras em mercado/farmácia. "Também serve para doação de roupas, geladeiras, comida. Se tem alguém precisando e se tem alguém podendo ajudar, eles podem se conectar através do nosso perfil".

Em breve, Pedro irá compartilhar os primeiros registros: "Já estou procurando saber de pessoas que precisam de ajuda e vou lançar no Instagram para tentar encontrar alguém que possa ajudar".

No vídeo abaixo, ele explica como o projeto funciona:

Vamos criar uma corrente do bem nessa quarentena?

Uma publicação compartilhada por @ isoladosunidos em

Entretenimento