PUBLICIDADE
Topo

Pane geral: Band sai do ar e volta uma hora depois

Aviso no ar - Imagem
Aviso no ar Imagem: Imagem
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

do UOL

Colunista do UOL*

26/03/2020 19h01

Resumo da notícia

  • Grupo Band pede desculpas pelos transtornos causados

Ainda não existem explicações para o ocorrido, mas o sinal da Band, em todas as suas emissoras, caiu às 18h15 e só agora começa a retornar, primeiro com o slide do "Brasil Urgente", apresentado por José Luiz Datena, e a partir das 18h42 retransmitindo o sinal da TV Brasil. No ar uma entrevista coletiva com autoridades da saúde.

No momento da queda, o programa estava brigando pelo segundo lugar no Ibope, com a entrevista do médico Anthony Wang, em tela dividida com Datena. Naquele instante a audiência oscilava entre 8,5 e 9 pontos.

Internamente fala-se em um problema de energia.

Os telefones da Band, em São Paulo, também deixaram de ter sinal no mesmo instante.

Até agora não existe uma manifestação oficial.

Um comunicado distribuído para todas as emissoras da rede, há poucos instantes, diz o seguinte: "por motivos técnicos, o sinal da Rede caiu. Gentileza todos irem para a operação local e só voltarem para a rede numa segunda ordem".

Às 19h14, a Band voltou a transmitir o "Brasil Urgente", depois de quase uma hora fora do ar.

O Grupo Band se manifesta oficialmente sobre o problema:

"Nota de Esclarecimento

O Grupo Bandeirantes enfrentou um problema elétrico inesperado em sua sede em São Paulo, no início da noite desta quinta-feira, apesar de ter seu grupo de geradores, no breaks e sistemas de backup adequados e em pleno funcionamento.

O fato causou a interrupção de todos os sinais originados da sede do Morumbi. As demais emissoras Band seguiram com sua programação local durante esse período. Pedimos desculpas a nossos telespectadores e ouvintes em todas as nossas plataformas pelos transtornos causados".

* Colaborou José Carlos Nery

Entretenimento