PUBLICIDADE
Topo

'Mulheres precisam ir ao cabeleireiro', diz apresentadora sobre quarentena

Reprodução/Fox News
Imagem: Reprodução/Fox News
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 16h19

A jornalista Ainsley Earhardt, apresentadora do programa "Fox & Friends", lamentou durante o programa de hoje o fato de a quarentena em função da pandemia do novo coronavírus impedir as mulheres de irem ao cabeleireiro e à manicure.

A apresentadora da Fox News, nos Estados Unidos, elogiou países que já conseguiram diminuir a curva de contaminação da doença.

No entanto, logo em seguida contou que suas amigas reclamam de não poderem executar tarefas cotidianas por conta das medidas tomadas pelo governo para desacelerar a propagação da covid-19:

"Vocês, homens, não pensam nisso — e isso não é uma prioridade - mas as mulheres precisam cuidar do cabelo", lamentou a apresentadora. "Eu vi um tuíte dizendo que 'vocês vão ver a cor real do nosso cabelo, porque nossas raízes vão começar a aparecer'. Mulheres, todas as minhas amigas estão dizendo, sabe, isso não é uma prioridade, entendo que as pessoas estejam morrendo, mas elas não conseguem fazer as próprias unhas. Comércios estão fechados em todo lugar."

Os Estados Unidos caminham para se tornar o segundo país mais afetado pela pandemia, com 68.440 casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus e um total de 994 mortes. Em Nova York, cidade à qual a jornalista se referia em seu discurso, um único hospital registrou 13 mortes no mesmo dia.

Entretenimento