Topo

Quico do musical de Chaves conhece Quico original: "Fiquei em choque"

Dois Quicos: Diego Velloso posa com Carlos Villagrán - Arquivo pessoal
Dois Quicos: Diego Velloso posa com Carlos Villagrán Imagem: Arquivo pessoal
do UOL

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

18/11/2019 19h15

Resumo da notícia

  • Diego Velloso interpretou Quico no espetáculo Chaves - Um Tributo Musical
  • O ator brasileiro conheceu o intérprete original de Quico, Carlos Villagrán
  • Diego Velloso é o primeiro ator do musical de Chaves a conhecer seu equivalente mexicano

O espetáculo Chaves - Um Tributo Musical, visto por 35 mil espectadores, saiu de cartaz há duas semanas, mas enquanto não retorna ao teatro Opus, em São Paulo (previsão para janeiro), o intérprete de Quico, Diego Velloso, conheceu o Quico original, Carlos Villagrán, no interior de São Paulo.

Os Quicos se encontraram ontem, no Geek Interior Festival, realizado em Valinhos. Diego Velloso foi o primeiro ator do elenco brasileiro de Chaves a ver de perto seu equivalente mexicano. Fã de Chaves, ele aprendeu a inflar as bochechas naturalmente por causa de Villagrán e deixou o aclamado musical O Fantasma da Ópera para interpretar seu ídolo no teatro.

Ao UOL, Velloso conta que iria ao evento como um fã, mas conseguiu entrar como convidado do Fórum Chaves, maior comunidade brasileira de fãs da série. Ele foi anunciado no palco pelo próprio Carlos Villagrán e quase não conteve a emoção.

"Foi uma surpresa tanto para ele quanto para mim. Quem me apresentou foi o Villagrán, chamou meu nome e falou do musical, e que eu estava fazendo o Quico. Eu já estava em outro mundo, tremendo. 'O cara está aqui! Estou do lado dele, no palco com ele!'", recorda Diego.

Carlos Villagrán, o Quico de Chaves, abraça Diego Velloso, o Quico de Chaves - Um Tributo Musical - Arquivo pessoal
Carlos Villagrán, o Quico de Chaves, abraça Diego Velloso, o Quico de Chaves - Um Tributo Musical
Imagem: Arquivo pessoal
O ator brasileiro também mostrou ao mexicano como infla as bochechas como o Quico original: "Na hora que eu fiz a bochecha, ele olhou para a minha cara, arregalou o olho. Deram o microfone, mas não conseguia nem falar. Tentei alguma coisa em espanhol, 'chusma, chusma' ['Gentalha, gentalha']. A plateia riu, mas fiquei travado olhando para ele, em choque".

Diego Velloso recebeu os cumprimentos de Villagrán, que mudou a grafia de Quico após deixar Chaves, em 1978, e se apresenta como Kiko. O ator do musical ainda revelou que o elenco planeja viajar até o México e se apresentar em outros países onde a série fez sucesso.

"Ele me abraçou não só quando cheguei ao palco, mas na hora de sair conversou comigo e falou: 'Desejo tudo de bom para você, seja muito feliz', como fala para todos os fãs. 'Desejo toda sorte do mundo para você'. Superou as minhas expectativas. Além de ser um super artista admirado, ele é um senhorzinho de 75 anos com uma energia, uma generosidade que nunca vi. Ele foi muito generoso ao mostrar: 'Este é o Quico do Brasil'", elogia.

Diego Velloso em Chaves - Um Tributo Musical - Rafael Beck/Divulgação
Diego Velloso em Chaves - Um Tributo Musical
Imagem: Rafael Beck/Divulgação
Chaves - Um Tributo Musical foi o primeiro espetáculo no mundo reunindo todos os personagens principais da série original autorizado pelo Grupo Chespirito, que administra o legado de Roberto Gómez Bolaños (1929-2014), criador do programa. O filho do comediante, Roberto Gómez Fernández, assistiu à peça e se emocionou.

Chaves estreou no México em 1972, como quadro, e permaneceu como programa independente até janeiro de 1980. Em 24 de agosto de 1984, foi exibido pela primeira vez no Brasil e quase nunca saiu do ar.

Além de Carlos Villagrán, o elenco remanescente de Chaves conta com Florinda Meza (Dona Florinda e Popis), Maria Antonieta de las Nieves (Chiquinha e Dona Neves) e Edgar Vivar (Sr. Barriga e Nhonho).

Entretenimento