Topo

Escritor Andrea Camilleri segue em estado crítico, segundo boletim médico

2019-06-18T09:47:00

18/06/2019 09h47

Roma, 18 jun (EFE).- O escritor italiano Andrea Camilleri está em situação estável, mas suas condições continuam sendo críticas, depois que foi internado com urgência ontem em um hospital de Roma após sofrer uma parada cardiorrespiratória, informaram nesta terça-feira os médicos.

Camilleri está internado na unidade de reanimação do hospital romano de Santo Spirito, sedado e respirando com a ajuda de aparelhos, segundo explicou o diretor do departamento de Cardiologia, Roberto Ricci, em uma pequena coletiva na saída do centro de saúde.

Ricci explicou que "as condições clínicas do escritor Andrea Camilleri são estáveis, mas críticas", e ressaltou que seu prognóstico continua sendo reservado.

"Estão sendo realizadas investigações diagnóstico-instrumentais adicionais para guiar as decisões terapêuticas", acrescentou o boletim médico do hospital.

No interior do hospital estão vários familiares de Camilleri, enquanto fora se aglomeram vários jornalistas e também fãs do mestre.

Camilleri (Porto Empedocle, 1925) é considerado um dos máximos expoentes do suspense, pela sua saga protagonizada pelo delegado Montalbano, nomeado assim em homenagem ao escritor espanhol Manuel Vázquez Montalbán.

Foi ganhador do prestigiado prêmio de suspense Pepe Carvalho em 2014 e ao longo da sua vida escreveu vários romances policiais, sempre com Montalbano como protagonista, como "O Cão de Terracota" (1996), "O Ladrão de Merendas" (1996) e "A Voz Do Violino"(1997).

O escritor também foi filiado ao Partido Comunista e trabalhou na adaptação de obras para a rádio e a televisão. EFE

Mais Entretenimento