Topo

Após 22 anos, Stones abrem mão dos direitos de "Bitter Sweet Symphony", do The Verve

Kevin Winter /Getty Images
7.out.2016 - Mick Jagger e Keith Richards se apresentam com os Rolling Stones no primeiro dia do Desert Trip, em Indio, Califórnia, a 204 km de Los Angeles Imagem: Kevin Winter /Getty Images
do UOL

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2019-05-23T15:37:30

23/05/2019 15h37

Os Rolling Stones devolveram os direitos sobre a faixa "Bitter Sweet Symphony" ao grupo The Verve, do vocalista Richard Ashcroft, que agora passará a receber sozinho os royalties oriundos a faixa, maior sucesso comercial de sua carreira.

Lançada em 1997 no álbum "Urban Hymns", do Verve, "Bitter Sweet Symphony" traz ao fundo um trecho sampleado de "The Last Time", dos Stones, em versão orquestrada produzida por Andrew Loog Oldham.

A faixa fez sucesso em diversos países do mundo, e os créditos de Mick Jagger e Keith Richards foram acrescentados apenas após o lançamento, quando as gravadoras dos Stones entraram com um processo sem o conhecimento da banda.

A partir de então, a faixa passou a ser creditada conjuntamente a Richard Ashcroft, Mick Jagger e Keith Richards, rendendo aos dois últimos milhões em direitos autorais.

A recuperação dos royalties foi anunciada pelo próprio Ashcroft em comunicado. "É um grande prazer anunciar que, no mês passado, Mick Jagger e Keith Richards concordaram em me dar sua parte da música Bitter Sweet Symphony", escreveu o músico.

"Essa reviravolta notável e digna da vida foi possível graças a um gesto gentil e magnânimo de Mick e Keith, que também concordaram que estão felizes pelo crédito de composição para excluir seus nomes e todos os seus royalties derivados da música que irão agora passar para mim."

A novidade é fruto de uma ação movida no ano passado pelo próprio vocalista do The Verve, que encerrou suas atividades em 2009. "Alguém me roubou Deus sabe quantos milhões de dólares em 1997", disse ele na época. "Isso é um assunto sério."

Mais Entretenimento