Topo

"Masterchef" desaba aos domingos e perde de novo para "Encrenca"

12 set 2014 - Paola Carosella e Ana Paula Padrão durante Gravação do programa MasterChef nos estúdios da Band - Reinaldo Canato/UOL
12 set 2014 - Paola Carosella e Ana Paula Padrão durante Gravação do programa MasterChef nos estúdios da Band Imagem: Reinaldo Canato/UOL
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

15/04/2019 10h58Atualizada em 15/04/2019 12h23

A mudança do "MasterChef Brasil" das terças para os domingos, definitivamente, não está dando certo.

Ontem o programa da Band marcou 2,7 pontos de ibope e foi sintonizado por apenas 3,9% dos aparelhos ligados na Grande São Paulo, segundo dados da Kantar, obtidos pela coluna.

Isso é menos da metade dos pontos do que o reality culinário obtinha às terças --dia em que o share d(participação no universo de TVs ligadas) dava quase o triplo. Cada ponto de ibope em SP, segundo a metodologia, vale por cerca de 73 mil domicílios.

Com o resultado, a atração mais importante e de maior sucesso publicitário da Band ficou em quinto lugar em audiência.

Das 19h57 às 22h (horário do "MC"), a Globo ficou em primeiro com 19,5 pontos; o SBT veio a seguir com 11,8, seguido de perto por Record com 11,5 pontos. E o "Encrenca", da RedeTV fechou com 6,0 pontos.

Com exibição às terças, o programa disputava o terceiro lugar, e nunca ficava abaixo do quarto. E tinha uma outra vantagem: depois da 0h chegava a brigar pela vice-liderança e teve picos até em primeiro lugar.

Como esta coluna informou no mês passado, a mudança de data de exibição foi feita após vários estudos na emissora. O domingo é considerado o dia mais valioso para a publicidade.

Mas, tudo indica, não atrai o público fiel do "MasterChef".

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Mais Entretenimento