Topo

Gravadoras processam Peloton por uso de músicas de Katy Perry, Rihanna e Timberlake

2019-03-19T19:53:55

19/03/2019 19h53

Por Jonathan Stempel

NOVA YORK (Reuters) - Representantes de compositores de músicas cantadas por Bruno Mars, Katy Perry, Rihanna, Justin Timberlake, Carrie Underwood e centenas de outros artistas entraram com um processo contra a Peloton Interactive nesta terça-feira, acusando a fabricante de bicicletas ergométicas com streaming de vídeo de infringir direitos autorais.

Em um processo apresentado na corte federal de Manhattan, as dez gravadoras estão pedindo mais de 150 milhões de dólares em indenização, acusando a Peloton de explorar suas músicas ao usar mais de mil delas em seus vídeos sem permissão.

Eles disseram que a Peloton precisa parar de "atropelar" seus direitos ao usar suas músicas de graça, afirmando que o fato de a companhia ter obtido os direitos de outras gravadoras mostra que ela "compreende totalmente o que a lei de direitos autorais exige".

A Peloton não respondeu de imediato a pedidos por comentário.

Fundada em 2012, a Peloton vende bicicletas a partir 2.245 dólares em pacotes que exigem inscrição para acessar aulas ao vivo e sob demanda de ciclismo, corrida, ioga e outras atividades.

Mais Entretenimento