Topo

YouTube nega que desafio da Momo tenha sido veículado em vídeos infantis

Boneca Momo - Reprodução
Boneca Momo Imagem: Reprodução
do UOL

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

18/03/2019 18h12

O YouTube informou que não encontrou nenhuma evidência do desafio da Momo em vídeos infantis da plataforma. A polêmica vem ganhando força nos últimos dias após supostos casos da brincadeira ganharem projeção no Brasil.

"Sobre o desafio Momo: não encontramos nenhum vídeo que promova um desafio Momo no #YouTubeKids. Qualquer conteúdo que promova atos nocivos ou perigos é proibido no YouTube. Se encontrar algo parecido, denuncie", escreveu a empresa no Twitter.

Segundo relatos divulgados em redes sociais, orientações sobre como cometer suicídio foram inseridas em vídeos do YouTube Kids, plataforma voltada para os pequenos.

Em fevereiro, a conta oficial do YouTube nos Estados Unidos já chamou a atenção sobre o caso, após a personagem supostamente oferecer desafios para as crianças até que elas cometessem suicídio.

A Moma é uma escultura de um ubume (espírito japonês) criada pelo artista japonês Keisuke Aisawa. A produtora de efeitos especiais Link Factory, onde foi tirada a foto, nega qualquer envolvido com o caso.

As supostas aparições da Momo são semelhantes ao que foi visto no caso da "Baleia Azul", divulgada em 2018 e que também estaria induzindo crianças e adolescentes ao suicídio.

Mais Entretenimento