Topo

Paula e Tereza fazem as pazes e pernambucana desabafa: "Me sinto excluída"

Reprodução/Globoplay
Tereza chora em conversa com Paula após jogo da discórdia Imagem: Reprodução/Globoplay
do UOL

Stefanie Gaspar

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/02/2019 00h42

Pouco após a briga durante o jogo da discórdia desta segunda-feira (11), Paula e Tereza fizeram as pazes no quarto Diamante e a pernambucana chorou novamente ao dizer que se sente sozinha no confinamento: "Sempre me sinto excluída, não tenho grupo aqui dentro".

Paula chamou Tereza para conversar, e imediatamente pediu desculpas por sua falta de tato ao chamá-la de chata. "Quero te pedir desculpas, não é a primeira vez que eu ofendo as pessoas com as coisas que eu falo. Mas a palavra chata, eu não tenho o que falar sobre você. Eu gosto demais de você. Não tinha o que falar, então falei isso", explicou a loira. 

A mineira também explicou que se incomodou quando a pernambucana disse que não tinha mais um grupo dentro do jogo: "A gente te protegeu no começo do jogo para você não ir pro paredão, e daí depois você virou e disse que não existia grupo"". 

Chorando, Tereza rebateu: "Nunca votei em você, sempre te admirei. A tua opinião não me atingiu, estamos aqui pra brincar. Me atingiu você falar de todo mundo. Sobre os votos, existia um grupo que dizia que eu tinha cinco votos do outro lado. Aí votamos em Rízia. Quando eu percebi que não tinha isso, eu percebi que não queria mais participar desse grupo. Não estou aqui para combinar voto. Achei que estava tudo errado. Existe um quarteto aqui, e eu nunca fiz parte de nenhum lado nem de outro. Meu parceiro era Gustavo. Eu me senti muito excluída, e daí bateu uma noia. Estou muito chateada".

Por fim, Paula abraçou a colega e encerrou o assunto: "Eu sei que eu errei, eu estou falando muita besteira. Não quero fazer isso de novo, me desculpe". 

Mais BBB19