PUBLICIDADE
Topo

Suzy Cortez, representante do Distrito Federal, vence a final do Miss Bumbum 2015

10.nov.2015 - A morena Suzy Cortez (ao centro) é eleita a Miss Bumbum 2015 - Reprodução
10.nov.2015 - A morena Suzy Cortez (ao centro) é eleita a Miss Bumbum 2015 Imagem: Reprodução

Diana Carvalho

Do BOL, em São Paulo

09/11/2015 22h48

A quinta edição do concurso Miss Bumbum, que aconteceu nesta segunda-feira (9) em uma casa de eventos de São Paulo, coroou Suzy Cortez, de 25 anos, representante do Distrito Federal. A beldade, que disputou o título com 14 finalistas, faturou o prêmio de R$ 50 mil em contratos publicitários e será capa da revista Sexy de dezembro.

Durante o concurso, as candidatas se apresentaram com um traje de gala e depois realizaram uma performance para os jurados, de biquíni. Suzy Cortez, eleita a dona do bumbum mais bonito do Brasil, surgiu com uma bota de cano alto e encenou um striptease para os jurados. 

Em resposta aos boatos de que a vencedora já havia sido escolhida muito antes da final do concurso, Suzy foi enfática.

"Isso não é verdade. O que aconteceu é que eu já tinha um favoritismo muito grande, pelo fato de já ter ganhado dois concursos, entre eles um do UOL, representando a Rússia no Mundial 2014, e o Musa do Brasileirão, representando o meu time, o São Paulo. Além disso, na enquete do BOL sobre o próprio Miss Bumbum 2015, eu fiquei em primeiro lugar na preferência dos leitores. Então, já entrei com força total", declarou.

Para Camila Gomes, segunda colocada, Suzy conseguiu a vitória após investir alto em seu corpo. "Ela fez muitas cirurgias plásticas, até para ficar mais parecida com a Daniella Cicarelli. Então, acho que ela gastou muito dinheiro e com isso conseguiu um apelo maior, até pelo fato de já ser conhecida", pontuou a carioca, que no concurso representou o Estado de Minas Gerais e pretende seguir com sua carreira de modelo. "Eu busco a fama e quero continuar na mídia por muito tempo. Quero ser famosa e pronto", confessou.

Orgulhosa de sua performance para os jurados, a carioca e representante do Rio de Janeiro, Dani Sperle, ficou em terceiro lugar. "É mais um título para a minha carreira. Eu sou do Carnaval, sou do Rio de Janeiro, por isso escolhi o samba", contou a beldade, que empolgou o júri sambando de biquíni. Para o concurso, Dani contou que fez uma rápida dieta para "secar". "Eu já treino o ano todo, então só precisei me esforçar um pouco mais nas últimas semanas", declarou.

Resultado injusto

A ex-BBB Angélica Ramos, que ficou conhecida por sua personalidade forte na 15ª edição do reality show global, não gostou do resultado do concurso. Para ela, a vencedora deveria ser a candidata Debora Dantas, que fez uma perfomance "bafônica", vestida de índia. "Corpo bonito, simpatia, tudo perfeito. O título, na minha opinião, deveria ser dela. Mas não deu, né? Quem sabe na próxima…".

Modesta, Debora se sentiu lisonjeada com os elogios, e também alfinetou o primeiro lugar. "Eu achei válido o segundo e o terceiro lugar, o primeiro nem tanto. Falo mesmo! O pessoal falou muito que já estava combinado, mas assim, eu não sei… Acho difícil o concurso ser comprado, já que existem várias etapas de avaliação", ponderou.

Miss discreta

Indianara Carvalho, eleita a Miss Bumbum 2014, chamou atenção no evento após aparecer com um visual todo repaginado. Com um vestido comportado e com um novo corte de cabelo, Indianara apresentou o concurso e, como em seu reinado, preferiu ficar longe de polêmicas. "A gente tem que fazer uma carreira duradoura, você não precisa ser extremamente vulgar e nem se envolver em assuntos polêmicos para ficar famosa", comentou.

Após passar a faixa à nova miss, Indianara quer seguir outros rumos. "Vou estudar teatro e trabalhar com comunicação. Foi um momento muito bom esse ano em que vivi, gostei muito de ter ganhado a faixa. Achava o Miss Bumbum um concurso de meninas com bumbum grande. Descobri que não, que o Miss Bumbum é um concurso em que a menina tem que ter o bumbum perfeito, na medida certa, além de durinho e sem celulite. O típico bumbum de menina de praia”.

Recado para as recalcadas

Luciane Hoepers, que levou o título de Miss Revelação, falou sobre sua performance no palco. A candidata, que representou o Estado de Santa Catarina, entrou cantando o funk de MC Melody com o refrão na ponta da língua: "Fale bem ou fale mal, mas fale de mim".

"Eu sofri muito durante esses quatro meses de concurso. Fui isolada das 26 candidatas, ninguém conversava comigo e só me alfinetavam. Cheguei a dar queixa na polícia após ser ameaçada", contou a beldade.

Segundo Luciana, as represálias das concorrentes se deram devido a sua fama. "Como eu já era da mídia e muito conhecida, algumas meninas não se sentiam valorizadas e começaram a achar que eu era metida. O que não é verdade, eu só sou calada. Muitas vezes eu chorei, saía dos ensaios chorando. É muito ruim ser odiada por tantas pessoas. Por isso, eu escolhi esse funk, para mandar um recado direto".

"Eu era a que mais aparecia, e isso incomodou muita gente. Mas hoje eu recebi esse título, Miss Revelação, e estou muito feliz. Quanto ao primeiro lugar, não foi surpresa para ninguém. Mas outras meninas, muito mais bonitas, mereciam levar o prêmio", alfinetou.

Entretenimento