Topo

Betty Faria diz que tem repulsa de gordas e horror de cabelo rastafári

15.set.2015 - Betty Faria, 74 anos, deu declarações polêmicas à revista Joyce Pascowitch - Divulgação/Joyce
15.set.2015 - Betty Faria, 74 anos, deu declarações polêmicas à revista Joyce Pascowitch Imagem: Divulgação/Joyce

do BOL, em São Paulo

15/09/2015 13h28

Betty Faria, 74 anos, deu declarações bem polêmicas durante uma entrevista à revista Joyce Pascowitch deste mês. Ela disse que sempre batalhou para não ser uma "velha gorda" e que não gosta de mulheres no padrão GG. "Elas me incomodam profundamente. Tenho repulsa, rejeição", afirmou.

Ao ser lembrada que em junho de 2013 foi bastante criticada por usar biquíni durante uma ida à praia, com ofensas como "baranga" e "sem espelho", ela rebateu que as pessoas têm "o direito de falar o que quiser". Bem diferente do que disse à época, quando questionou os seus críticos: "Querem que eu vá à praia de burca?"

A atriz também afirmou que não gosta de quem usa o cabelo rastafári. "Aquilo é um horror. A pessoa cai no mar e não lava, fica um cheiro terrível. Agora, me diz: por que eu tenho de ser boazinha com a gorda e o cabeludo rastafári?", polemizou.

Sobre drogas e violência

Durante o bate-papo, Betty também destacou que há mais de 20 anos, em uma entrevista que concedeu à Playboy, ela já falava sobre legalização de drogas. "Há mais de 20 anos, eu já dizia que era a favor da liberação dessa po... Eu tinha amigos que trabalhavam com delivery de droga! Tem de educar o povo, é tudo o que ele mais precisa", acredita.

Betty também disse que é seguidora da filosofia budista, e que por conta de um mantra que entoava foi salva de um assalto no rio. "Dois caras se aproximaram do meu carro e quebraram o vidro do acompanhante. Pensei: ‘Vou morrer’. Aí fez aquele silêncio e vi que não tinha morrido”. Debochada, segundo analisou sua entrevistadora, ela ainda disse que seria o “fim”, um "neguinho" da Rocinha levar sua bolsa Coco Chanel.

Sem papas

E entre uma polêmica e outra, sobrou até para alfinetar um colega de trabalho da novela global "Boogie Oogie", na qual trabalhou recentemente. Sem citar nomes, ela disse que "há uma colega insuportavelmente chata, que não chegava com o texto decorado".

(Com informações do site Glamurama

Mais Entretenimento