PUBLICIDADE
Topo

Malu Mader: 12 momentos que mostram que o tempo fez bem para ela

Reprodução/Instagram @portalmalumader
Imagem: Reprodução/Instagram @portalmalumader

Colaboração para o BOL

12/09/2018 08h00

Quem não se lembra da inesquecível personagem Lurdinha de "Anos Dourados"? Malu Mader, uma das atrizes mais queridas da televisão brasileira, completa 52 anos nesta quarta, 12/9/2018. No ar com a novela "Malhação - Vidas Brasileiras", Malu fez importantes trabalhos que até hoje são lembrados com carinho pelo público, como "Anos Rebeldes" e "Fera Radical", sempre na TV Globo. Casada há 28 anos com o músico Tony Bellotto, dos Titãs, é mãe de dois filhos - João e Antonio. Conheça fatos marcantes da carreira da atriz, de uma beleza despojada, que só melhorou com o tempo.


Leia também:

  • Divulgação/TV Globo

    Teatro do Tablado

    A carioca Maria de Lourdes da Silveira Mader tinha apenas 15 anos quando, em 1982, inscreveu-se no curso de teatro do Tablado e, um ano depois, teve a minha primeira experiência profissional como atriz, na Rede Globo, participando da novela "Eu Prometo" (foto), de Janete Clair. Logo depois viveu Beatriz Fraga em "Corpo a Corpo" (1984) e, então, a carreira deslanchou

  • Divulgação/TV Globo

    Ti Ti Ti

    Em 1985, Malu Mader brilhou como Valquíria, em "TI Ti Ti". Nessa novela, sua personagem se apaixonava por Cássio Gabus Mendes, com quem formaria par romântico em outras produções globais. A atriz também participou do remake de "Ti Ti Ti" exibido em 2010, no papel de Suzana Martins, ex-mulher de Ariclenes Martins (Murilo Benício) e mãe de Luti (Humberto Carrão)

  • Reprodução/Cedoc/Globo

    Anos Dourados

    A atriz ficou conhecida pelo grande público quando tinha 19 anos, como protagonista de "Anos Dourados", minissérie de Gilberto Braga, em 1986. Com esse trabalho, Malu se tornou uma das atrizes favoritas do autor, repetindo a parceria em diversas produções de sucesso da emissora

  • Reprodução/Cedoc/TV Globo

    Fera Radical

    Em 1987, trabalhou em "O Outro", interpretando Glorinha da Abolição, uma ex-menina de rua. No ano seguinte, trabalhou na novela "Fera Radical" e, logo depois, mudou-se do Rio de Janeiro para São Paulo. Seus trabalhos seguintes foram "Top Model" e "O Dono do Mundo", ao lado de Antônio Fagundes

  • Reprodução/Memória Globo

    O Mapa da Mina

    Em 1993, Malu fez parte do elenco de uma novela com um toque de humor, "O Mapa da Mina", onde novamente fez par romântico com Cássio Gabus Mendes. Em 1996, a atriz foi convidada a participar de "A Vida Como Ela É", adaptações de crônicas de Nelson Rodrigues. Cansada dos papéis de boa moça, a atriz pediu para viver Wanda, uma mulher simples e sensual. Ainda nesse ano, encenou o espetáculo "Vestido de Noiva", onde dividiu o palco com os atores Tuca Andrada e Luciana Braga

  • Reprodução/Cedoc/TV Globo

    Anos Rebeldes

    Em 1989, foi protagonista de "Top Model" como Duda, menina pobre que vira modelo. Em 1991, viveu a protagonista de "O Dono do Mundo", quando encarnou a ingênua Márcia. Em 1992, integrou o elenco da minissérie "Anos Rebeldes", ambientada no Rio de Janeiro durante a ditadura militar e que tinha como pano de fundo o movimento estudantil. Foi um grande sucesso de público e de crítica. A minissérie foi uma das primeiras obras de ficção da TV a falar dos chamados anos de chumbo, o período de maior repressão da ditadura militar. Malu Mader interpretou Maria Lúcia, uma jovem que se recusa a participar da resistência armada

  • Reprodução

    O primeiro filho e o período sabático

    Em 1995, Malu Mader dá à luz seu primeiro filho e começa o primeiro período sabático de sua carreira. Pelos próximos seis anos ela se dedica mais à família, participando somente de alguns seriados e minisséries. Em 1996, fez parte do elenco fixo da série "A Vida Como Ela É", além de ter participado de alguns episódios da série "A Comédia da Vida Privada", ambos exibidos no programa Fantástico

  • Reprodução/Instagram @fc_malumader

    A Justiceira e o segundo filho

    Em 1997, protagonizou o seriado "A Justiceira", encenando Diana, uma ex-policial que tem o filho sequestrado por traficantes de armas e resolve lutar contra a criminalidade, ingressando em uma organização internacional. O seriado foi criado para ter 32 episódios, porém Malu engravidou durante o programa, e a produção teve que ser reduzida a 12 episódios. Já em 1998, atuou na minissérie "Labirinto", interpretando a prostituta Paula Lee

  • Celebridade

    Amiga de Gilberto Braga, trabalhou em várias produções do autor como "Força de um Desejo", no papel de Ester Delamare, e também, na novela "Celebridade", de 2004, escrita especialmente para Malu em comemoração aos seus vinte anos de carreira, onde interpretou a empresária Maria Clara Diniz. Quem não se lembra da surra que Maria Clara deu em Laura, personagem de Claudia Abreu (vídeo)? No mesmo ano, fez parte de "Eterna Magia", onde interpretou uma vilã, a pianista Eva Sullivan

  • Murillo Tinoco/Folha Imagem

    Estreia como diretora

    Foi em 2008 que Malu estreou como diretora em "Essa História Dava Um Filme", programa do canal pago Multishow, que era uma mistura de reality, ficção e documentário, mostrando o processo de produção do curta-metragem. O curta produzido por Malu foi inspirado em um caso verídico que aconteceu com o ator Thiago Lacerda (na foto com Dayse Lúcidi). A atriz também atuou no projeto "Se Não Fosse o Onofre", dirigido por sua sobrinha Erika Mader, em que interpreta a mãe de Zé, vivido por seu filho caçula. Em 2013, volta à televisão na novela "Sangue Bom", interpretando Rosemere. E, em 2016, interpretou a arquiteta Rebeca Rocha de La Fuente em "Haja Coração"

  • Reprodução/Instagram @fc_malumader

    No Cinema

    Malu Mader também brilhou nas telas grandes. Atuou em filmes que marcaram a década de 1980, como "Dedé Mamata" e "Feliz Ano Velho", ambos em 1988. Em 1999, fez "Mauá, O Imperador e o Rei". Já em 2002, interpretou uma prostituta no filme "O Invasor". Também encenou papel semelhante no ano anterior, quando protagonizou o filme "Bellini e a Esfinge", baseado no livro de Tony Bellotto. Também fez participações memoráveis em "Sexo com Amor?", "Sexo Amor e Traição" e "Podecrer!"

  • Reprodução/Instagram @fc_malumader

    Nada de Playboy

    Malu Mader foi sondada várias vezes para posar nua para a revista Playboy, mas recusou todos os convites

Listas